segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Desafio 52 semanas #46: Parece que todo o mundo sabe..., menos eu...

O desafia desta semana é dizer o que acho que todos conseguem fazer menos eu, dizer em que sou mesmo, mesmo naba! :)

- Maquilhar-me e ficar com carinha de boneca!
Não sei mesmo. Quer dizer... não gosto de ficar com aquela cara de boneco de cera, que às vezes vejo por aí, porque não me ia sentir bem, mas serviria para eliminar algumas imperfeições e ficar com um arzinho engraçado. Mas, o máximo que consigo é usar um rímel, um risco (que nem sempre fica direitinho) e uma sombra... Está a andar... Sou uma rapariga simples!


- Fazer caracóis no cabelo!
É uma luta à qual já me dou por vencida. Quando era mais nova gostava muito de ter o cabelo com caracóis ou pelo menos com uns jeitos (ainda hoje gosto, mas já me rendi ao meu cabelo liso e escorrido, sem jeitos nenhuns!) e então ficava, às vezes horas sem fim, a tentar fazer uns caracóis... Mas duravam pouco, muito pouco... até que desisti...


- Cuidar de uma planta!
Pohhh é verdade! Apesar da "jardinagem" me fascinar, admito que se uma planta está na minha casa ela dura muito pouco, fica murcha ou seca... Quando vejo sinais de esmorecimento da dita cuja, levo-a para a casa da minha mãe ou da minha sogra e é como se ela ressuscitasse... É incrível! Nunca sei a quantidade de água que devo por e muitas vezes esqueço-me delas... E sou neta da pessoa que mais gosta de plantas que eu conheço à face da terra!


- Tocar instrumentos de percussão e cantar ao mesmo tempo.
Ou eu toco ou canto. Fazer estas duas coisas ao mesmo tempo comigo não resulta. Quando estava na tuna tocava viola e conseguia cantar na boa. Era pacífico. Experimentei todos os instrumentos que existiam: bandolim, cavaquinho, flauta (com este não cantava, como é óbvio!), acordeão, contrabaixo, djambé, pandeireta,... Nunca consegui cantar e aos mesmo tempo estar a tocar os instrumentos de percussão. Nunca! Acabava por perder o ritmo ou esquecer-me da letra... Não dá mesmo! Não fui talhada para isto!


- Ser uma pessoa racional!
Não sou! Apesar das tentativas que já fiz tenho de admitir que sou uma pessoa emocional. Não consigo reagir com a cabeça sem antes o coração ter já feito a sua sentença. Sei que é mau para mim porque muitas vezes quem sai prejudicada sou eu, mas olha... assim sou eu... Sei que a maior parte das vezes quem fica a sofrer sou eu, quem se esquece de mim em detrimento do bem dos outros sou eu, quem se aniquila, quem fica infeliz, quem não avança sou eu... Mas... fazer o quê?!
Acredito, inclusive, que se todos nós ouvíssemos mais o nosso coração em vez da cabeça o mundo seria bemmmmm melhor de se viver! Mas andam com a mania do "ser racional"! Triste opção!... Triste!...


Sem comentários:

Enviar um comentário